quinta-feira, 30 de junho de 2022

Izolda prega manutenção de aliança e sinaliza que não abrirá mão de candidatura

 

A governadora diz que é preciso manter o projeto através do diálogo e do respeito (Foto: reprodução) 

A governadora do Ceará, Izolda Cela (PDT), usou as redes sociais nesta quinta-feira, 30, para defender a manutenção de aliança com PT, MDB e outros aliados, e que eles sejam ouvidos no processo de escolha do candidato governista ao governo do Ceará. Ainda que não tenha dito claramente, ela também deixa claro que pretende seguir na disputa para ser o nome escolhido e assim tentar a reeleição ao Palácio Abolição.

 

“Diante disso, reafirmo meu compromisso de lutar para que não tenhamos retrocessos no Ceará, procurando me firmar sempre no propósito de buscar melhores dias para todas e todos os cearenses”, diz.

 

A governadora diz que é preciso manter o projeto através do diálogo e do respeito. “É preciso parceria, união de forças, diálogo permanente e respeito. Simplesmente porque não se faz nada sozinha. É dentro desta visão que tenho me manifestado sobre esse momento de definição de candidatura ao Governo do Estado. Defendendo fortemente a preservação da aliança que tem ajudado a construir este Projeto, e que vem trazendo avanços para o Ceará. Partidos aliados ao PDT no Estado, como PT, PSD, MDB, PP, PSB, PCdoB, PV e tantos outros parceiros, devem ser ouvidos de forma a contribuir com o processo”, afirma.

 

Ela diz ainda que elementos como pesquisas eleitorais são importantes, mas que sozinhas não são suficientes para definir os rumos de um projeto político.

 

Izolda é a preferida do ex-governador Camilo Santana (PT) para ser candidata da aliança política que governa o Ceará. O pré-candidato a presidente Ciro Gomes (PDT) prefere o nome do ex-prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT). Outros dois nomes disputam a indicação: o deputado federal Mauro Filho e o deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa, Evandro Leitão.

(O Otimista)

Nenhum comentário: