<>

eiro o POVO

quinta-feira, 10 de maio de 2018

Veteranos também são denunciados por compra de votos no interior do estado


Não são apenas os novos pretensos candidatos que podem ser acusados de compra de votos no Interior do Estado. Entre os detentores de mandatos o acirramento também é grande. Recentemente, um vídeo circulou pelas redes sociais com o deputado federal José Airton Cirilo, do PT, denunciando que vereadores do Município de Amontada tinham "se vendido" para os deputados Gorete Pereira (PR) e Robério Monteiro (PDT). A primeira é candidata à reeleição e o segundo quer trocar a Assembleia pela Câmara dos Deputados.

No vídeo, o petista reclama que os parlamentares nunca fizeram nada pela cidade e que teriam comprado o apoio de vereadores locais, afirmando ainda que os dois deputados não tinham compromisso com o povo. "São uns vereadores vendidos, safados que têm aqui em Amontada. Se venderam, caras de pau. Eles receberam dinheiro do Robério Monteiro para se vender. São um bando de canalhas, que não têm compromisso com o povo", denunciou. Ele ainda cita uma possível participação da republicana Gorete Pereira na compra de votos de vereadores do Município.

Em resposta, o deputado Robério Monteiro disse que Amontada faz parte de seu colégio eleitoral e que ele tem o ex-prefeito da cidade como seu aliado político. O pedetista afirmou ainda que vai processar civil e criminalmente o petista pelas acusações feitas. "Ele que é um aventureiro, pois veio lá do Icapuí. Eu sou de Itarema, que fica ao lado de Amontada, e não tenho necessidade disso. Ele vai ter que provar o que disse", apontou.

A reportagem do DN procurou Gorete Pereira, mas ela não atendeu às ligações e nem retornou as mensagens encaminhadas.
Com informações: Edison Silva/Política




Postar um comentário