<>

eiro o POVO

segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

Novos ataques criminosos atingem ponte e a sede da Guarda Municipal em Fortaleza


Mais de 200 ataques já foram registrados no Ceará desde o início da onda de atentados ordenados por líderes de facções criminosas. Nas últimas 24 horas, bandidos praticaram ao menos, mais quatro ataques. Em dois deles, tentaram explodir pontes, sendo uma na Capital e outra no Interior. Um prédio público também foi atacado, com tiros sendo disparados por bandidos.

O ataque a tiros aconteceu na sede da Guarda Municipal de Fortaleza localizada na Avenida Juscelino Kubitschek, no bairro Passaré.  Na noite de domingo, cerca de 15 tiros foram disparados naquele local. Porém, ninguém ficou ferido.

Também na noite de domingo, bandidos tentaram explodir a ponte que liga os bairros Bonsucesso e Conjunto Ceará. Parte dos explosivos usados pelos criminosos foi encontrada pelas equipes do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) e da Força Nacional de Segurança (FNS).
Outro ataque criminoso ocorreu na ponte do Boi Gordo, na BR-116, altura do quilômetro 205, no Município de Tabuleiro do Norte. Um dos pilares do equipamento foi danificado com a explosão. Esta foi a segunda vez que criminosos tentam explodir a mesma ponte. O primeiro atentado ocorreu na madrugada do dia 6.  Esta primeira tentativa de explosão deixou um buraco no piso da ponte.

Mais ataques

No sábado, foram registrados dois grandes ataques criminosos na Grande Fortaleza. Na madrugada foram usados explosivos para derrubar uma torre de energia elétrica nas margens do Anel Viário, em Maracanaú. A queda do equipamento causou transtornos aos moradores de vários Municípios da Região Metropolitana de Fortaleza, como Cascavel, Itaitinga e Maracanaú devido à oscilação de corrente. Uma comunidade de Aquiraz ficou sem energia o sábado inteiro.

O tráfego no Anel Viário teve que ser interrompido devido à presença de cabos elétricos de alta tensão caídos na pista de rolamento.

Também no sábado, bandidos jogaram artefatos no pátio de uma concessionária de veículos situada na Avenida Washington Soares, no bairro Água Fria. Vinte e dois veículos foram danificados, além de parte do tento da empresa, que ruiu com o impacto das explosões.  A Polícia prende um grupo de suspeitos do atentado. Com eles havia um carro roubado, dias antes, em Aquiraz. Houve tiroteio entre os PMs e a quadrilha e um dos ladrões ficou ferido.
*Com informações: Por Fernando Ribeiro




Nenhum comentário: