teste

terça-feira, 19 de março de 2019

Camocinense é preso em Parnaíba-PI após oferecer R$15 para abusar de deficiente


O vigia conhecido como Raimundo Preto foi flagrado dentro do motel com uma mulher portadora de deficiência mental (Foto: Reprodução)
A Policia Militar prendeu neste final de semana em Parnaíba, o camocinense, Raimundo Luis Pereira, conhecido como “Raimundo Preto”, sob suspeita da tentativa de estupro de vulnerável. As informações são do  Portal do Catita.

O acusado é servidor público da prefeitura da referida cidade exercendo a função de vigia, o mesmo é natural de Camocim-CE e residente em Parnaíba, no bairro Alto Santa Maria.

A vítima com a idade de 32 anos, portadora de deficiência mental, estava entrando no motel que fica por trás da escola do Sesi, no bairro Rodoviária, por volta das 10hs da manhã de sábado na cia de Raimundo Preto, quando foram vistos pelo padrasto da vítima, que passava na rua.

A mãe da moça especial foi comunicada e entrou no motel para resgata-la. Ao adentrar no quarto, viu a filha de short e sem blusa. O vigia estava usando bermuda, não chegando a cometer o ato libidinoso.

A patrulha da sargento Rhillene prendeu o vigia e encaminhou o caso para central de flagrantes. O delegado Maikon Kaestner, o autuou por tentativa de estupro de vulnerável. 

A informação da polícia judiciária é que a vítima iria receber R$ 15 reais para realizar o sexo. O acerto ocorreu em frente à escola do Sesi na Avenida Pinheiro Machado.

Foi levado para audiência de custódia no dia seguinte, porém, não sabemos se foi liberado da detenção. Raimundo Preto já havia sido preso por conta de bebedeira.





Nenhum comentário: