teste

segunda-feira, 9 de dezembro de 2019

Site denuncia que Ministério Público investiga relação entre prefeitura de Quixadá, eleição do Conselho Tutelar e o tráfico de drogas


Os quixadaenses foram surpreendidos na manhã desta segunda-feira (9) com a informação de que servidoras da prefeitura teriam ligações com o tráfico de drogas, e teriam recebido orientação do prefeito Ilário Marques (PT) para interferir na eleição do Conselho Tutelar.

O site Ceará News 7 teve acesso, com exclusividade, a um processo resultante de um inquérito policial em que envolve a eleição para o Conselho Tutelar e a estreita relação entre o alcaide com pessoas ligadas ao tráfico de drogas na cidade, mais um grande escândalo envolvendo a atual administração petista local.

Segundo a denúncia, em agosto de 2019 foi instaurado um inquérito policial com o objetivo de apurar a responsabilidade criminal de uma grave ocorrência na cidade de Quixadá. Naquele mês, policiais estavam em frente à Delegacia Regional de Policial Civil, ocasião em que avistaram uma mulher, que se encontrava no interior de um veículo estacionado, fotografando os policiais e uma viatura do COTAR.

Ainda de acordo com o site de notícias, a descoberta do envolvimento das servidoras municipais Francisca Danielle Pinheiro de Lima, empregada na Prefeitura de Quixadá e atualmente lotada na Secretaria da Agricultura; e Karla Mylleane Silva de Oliveira, técnica em Enfermagem e lotada no Hospital Municipal Eudásio Barroso, no tráfico de drogas  e de influência, veio à tona após a primeira ter sido presa, em flagrante juntamente com a filha, Ana Vitória Gerônimo; e sua comparsa, Marisa Ferreira de Sousa.

Com a detenção das três, os telefones celulares foram apreendidos e a quebra do sigilo levou à descoberta da rede criminosa  que tinha como base o bairro Campo Novo, chamado por elas de “Gogó”.  Danielle e Mylleane atuavam no tráfico de drogas sob o comando de Marisa, chamada de “Maria” ou  “Cumadre”, que é companheira de um  traficante e homicida atualmente preso em uma unidade do Sistema Penal, na Grande Fortaleza.

Em um dos trechos de uma gravação de diálogos entre Danielle e Marisa, as duas tratam da contabilidade da venda de drogas. Citam nomes e quantidades de drogas vendidas, cobranças e prazos de pagamento.

Vinculação das mulheres com o prefeito e com a eleição do Conselho Tutelar

O Ceará News 7 mostrou ainda que noutro trecho da interceptação telefônica autorizada pela Justiça, Danielle conversa com a mãe, Joana Darck Jerônimo de Freitas, que também é servidora da Prefeitura de Quixadá e igualmente à filha, lotada na Secretaria da Agricultura, pasta comandada pelo ex-vereador Kleber Júnior. Ela cita uma suposta ligação telefônica em que fala ter recebido orientação do “Hilário” (seria o prefeito do Município), para votar no candidato Nilton César Morais da Silva, que acabou eleito para o cargo de membro do Conselho Tutelar de Quixadá, o fato pode caracterizar o crime de tráfico de influência.

O candidato Nilton César Morais da Silva foi eleito em 4º colocado nas eleições deste ano para o Conselho Tutelar, sendo público e notório, no município, que ele era apoiado pelo petista Ilário Marques e pela gestão comandada pelo petista.

O município de Quixadá tem, nos últimos três anos, se destacado pelos escândalos de corrupção. O prefeito, que comanda a considerada a pior gestão pública da história do município, foi afastado do cargo, em 2018, por conta da operação do Ministério Público denominada de “Fiel da Balança”, que investiga desvio de dinheiro público oriundo do serviço de limpeza urbana. Por outro lado, a Câmara Municipal também é vista como a pior de todos os tempos, pois é investigada por outra operação do MPCE, a “Casa de Palha”, que prendeu o genro de Ilário Marques e colocou também na cadeia o presidente do Legislativo, Ivan Construções, todos acusados de fazer parte de um grupo criminoso, segundo o órgão, que fraudava licitações na Prefeitura e no parlamento local.

O Ministério Público de Quixadá, representado pelo promotor de Justiça, Othoniel Alves de Oliveira, aprofunda a investigação em torno do caso em conjunto com a Polícia Civil.

Ouça um dos áudios da quebra de sigilo das acusadas que foi divulgado pelo Ceará News 7

*Via MonólitosPOST


Nenhum comentário: