teste

terça-feira, 17 de dezembro de 2019

Tribunal nega liminar que mantinha o suplente Johnson no cargo de vereador em sobral


Na ultima quinta feira, dia 12/12, o tribunal do TJ/CE negou por unanimidade, a liminar que garantia a nomeação do suplente Johnson em Sobral.

O resultado foi desfavorável a Johnson em uma votação de 5 votos a 0.


Sendo assim, o Presidente Carlos do Calisto, sob pena de incorrer no crime de improbidade administrativa, deverá anular o ato que garantiu a nomeação do suplente no cargo.

A explicação é simples: a Câmara Municipal de Sobral possui 21 vereadores e com a nomeação do suplente a câmara passou a ter 22 vereadores, tendo Vista que o vereador Romário não havia sido cassado, então não havia uma vaga a mais.

Entenda mais
A cerimônia ocorreu no gabinete da presidência da Câmara Municipal de Sobral - (Foto: Ulysses Sousa)
O suplente de vereador Johnson Lima, agnome Johnson do Jordão, havia assumido no dia 10 de dezembro de 2019 a titularidade de vereador no lugar do edil Romário Araújo, afastado por determinação da justiça da comarca da cidade de Sobral.

*Com Sobral Na Web





Nenhum comentário: