teste

domingo, 31 de maio de 2020

Massapê: "Assopros" na sessão da câmara cessa palavra de vereador da oposição


No caso da sessão da última quarta-feira (27/05), a câmera foi direcionada ao vereador Enfermeiro.
O vereador Marquinhos do Gás (PSDB) que está no mandato na Câmara de Massapê (Zona Norte) por conta de uma licença do titular Paulo Vagalume (PSDB) foi impedido de utilizar da palavra devido barulho de "assoprados" supostamente produzidos pelo vereador de situação, Enfermeiro Rogério Emanuel (PROS).

A inacreditável atitude foi no exato momento em que o vereador Marquinho do Gás (PSDB) fazia a contestação do ínfimo valor que será atribuído por parte para da Prefeitura de Massapê aos profissionais de Saúde.

Uma gratificação de apenas 150 reais para quem está na linha de frente da Covid-19, em o município do interior cearense que tem um alto índice de pessoas que contraíram a Doença.

A Mesa Diretora da Câmara de Massapê, liderada pelo presidente Michel Tomaz (PP) precisa alertar os servidores do legislativo que auxiliam nos trabalhos das sessões remotas, que tal fato (lastimável) não aconteça mais.

Em tempo: Os programas que são utilizados para sessões remotas acusam qualquer interferência nos microfones dos participantes nas reuniões. Logo a câmera destaca quem está desejando interferir.

No caso da sessão da última quarta-feira (27/05), a câmera foi direcionada ao vereador Enfermeiro.

Confira o vídeo:

*Via Blog do Tidi

Nenhum comentário: