segunda-feira, 6 de setembro de 2021

Incêndio de grandes proporções atinge sede do TJCE; Camilo acompanha operação dos bombeiros

Incêndio atinge sede do Tribunal de Justiça do Ceará na manhã desta segunda-feira, 6(foto: Divulgação/ TJCE)


Um incêndio de grandes proporções atinge a sede do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), no Centro Administrativo do Cambeba, em Fortaleza, nesta segunda-feira,6. Não há vítimas.

 

Equipes do Corpo de Bombeiros estão no local. A assessoria de comunicação do órgão informou que as chamas começaram por volta das 4h no almoxarifado. Seguranças terceirizados estavam na sede no início do incêndio.


LEIA MAIS: Defesa Civil interdita sede do TJCE após incêndio


O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), esteve no Centro Administrativo do Cambeba acompanhando com a presidente do TJCE, Naílde Pinheiro, o trabalho do Corpo de Bombeiros. “Estive nesta manhã no Tribunal de Justiça do Estado, no Cambeba, acompanhando o trabalho do Corpo de Bombeiros e da Perícia em relação ao incêndio ocorrido nesta madrugada na sede do órgão. Conversei com a presidente do TJ, desembargadora Naílde Pinheiro, a quem prestei minha solidariedade, colocando o Governo do Estado à disposição. Felizmente não houve vítimas. Todo o meu respeito e apoio à Justiça do Ceará”, postou o gestor estadual.


 No local também estiveram presentes os secretários da Segurança, Sandro Caron, e da Casa Civil, Chagas Vieira, e o comandante dos Bombeiros, cel Ronaldo, destaca a assessoria de comunicação.

 

Em nota, o Ministério Público do Ceará (MPCE) manifestou solidariedade. “O MPCE se solidariza aos membros, servidores, estagiários e colaboradores do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará pelos impactos causados por um incêndio que atingiu a sede do TJCE na madrugada desta segunda-feira. Diante desse grave acidente, o MPCE vem a público afirmar seu irrestrito apoio à presidente do Tribunal, desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira, e a todos os que fazem parte do Poder Judiciário do Estado do Ceará, nesse momento difícil pelo qual a instituição está passando”, postou o órgão nas redes sociais.

 

 

Nenhum comentário: