sexta-feira, 10 de junho de 2022

PM suspeito de matar colega de farda durante assalto em Fortaleza é solto e volta ao trabalho

 

O soldado morreu após ser baleado durante assalto no bairro Quintino Cunha Foto: Reprodução

O soldado da Polícia Militar do Ceará (PMCE) Gustavo Henrique de Sousa Freitas, suspeito de matar o também soldado PM Antônio Cardone Rodrigues durante um assalto em Fortaleza, em janeiro deste ano, foi solto pela Justiça Estadual e já retornou ao trabalho na Corporação.

                       

Em nota, a PMCE informou que "foi expedido um Alvará de Soltura pela Vara de Auditoria Militar e cumprindo determinação legal o referido policial foi posto em liberdade. Atualmente, o PM está cumprindo funções administrativas em um quartel na capital".

 

Questionada sobre o caso, a Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário (CGD) informou que "a Delegacia de Assuntos Internos (DAI) concluiu o inquérito que apura a morte do PM Antônio Cardone, ocorrida no Bairro Quintino Cunha, com o indiciamento do policial militar Gustavo Henrique Freitas por latrocínio (art. 157, do Código Penal). O inquérito foi remetido à Justiça". 

 

"A CGD instaurou, ainda, processo disciplinar para apuração na seara administrativa, estando este, atualmente, em trâmite processual", completou a Controladoria.

*Com informações via DN

 

 

Nenhum comentário: