segunda-feira, 4 de julho de 2022

Justiça proíbe TV Globo e Record de divulgarem informações sobre caso do Luva de Pedreiro

 

Em seu perfil no Instagram, Allan Jesus divulgou um comunicado após a exibição das reportagens, criticando o “deescaso” da Globo com a liminar. Foto: Reprodução/ Instagram

A juíza Maria Cristina de Brito Lima, do Rio de Janeiro, impediu a veiculação de informações sobre a polêmica entre Luva de Pedreiro (Iran Ferreira), e Allan Jesus, ex-empresário do influenciador, no Fantástico, da TV Globo, e no Domingo Espetacular, na Rede Record. A liminar concedida ao ex-agente do influencer esportista proíbe as emissora de divulgarem informações sigilosas do contrato entre os dois ou faça qualquer manifestação que fomente discurso de ódio contra Allan.

 

As duas reportagens foram ao ar neste domingo (04/07), com edições após a decisão na primeira instância. A apresentadora Poliana Brito, da Globo, informou que a emissora foi notificada sobre a liminar na última sexta-feira (02/07), portanto, antes de a reportagem ser divulgada, e ressaltou que a TV Globo não compactua com discurso de ódio. Isso porque usuários da internet têm feito ameaças contra a vida de Allan e de sua família.

 

A Globo também lembrou que ameaças são inaceitáveis a qualquer um e quem as pratica está sujeito às consequências legais. A emissora pontuou ainda que as divergências sobre questões contratuais devem ser decididas pelo Poder Judiciário, responsável pela aplicação da lei para as relações entre as partes.

 

“O jornalismo apura – com isenção – todos os lados da notícia e produz conhecimento sobre os fatos. E é direito da sociedade ter acesso a todos os acontecimentos relevantes”, comunicou. E reforçou: “A TV Globo entende que a liminar concedida viola a liberdade de imprensa e de expressão, pilares da Democracia e protegidas pela Constituição brasileira. Por isso, vai recorrer da decisão.” A Record também deve contestar a proibição. Ambas devem divulgar as informações do Luva de Pedreiro caso a liminar seja derrubada.

 

A reportagem do Fantástico mostrou a trajetória de Iran Ferreira. O repórter Maurício Ferraz foi a Recife e gravou ao longo da última semana com o Luva, familiares e os novos empresários dele, entre eles Falcão, lenda do futsal. Na conversa, Iran afirmou que não tinha noção dos detalhes do contrato que assinou porque nem ele nem a família sabem ler.

 

No Instagram, Luva lamentou a decisão. “Estão tentando me calar. Quem sofreu fui eu. Quem está com medo é porque deve. Vamos ter fé em Deus porque vamos chegar lá.”  Falcão, agora responsável pela carreira do influenciador, também publicou Stories criticando a decisão da Justiça. “Eu não sou um cara ‘incalável’, eu sou ‘falável'”, reagiu Iran em uma sequências de vídeos.

 

Luva de Pedreiro x Allan Jesus: entenda o caso

O mês de junho foi complicado na relação entre Luva de Pedreiro e o agora seu ex-empresário Allan Jesus. As duas partes estão em conflito por questões financeiras. No dia 20 de junho, Iran Ferreira, com mais de 15 milhões de seguidores no Instagram, anunciou que iria paralisar a produção dos vídeos. Ele não estaria sendo pago.

 

Com cerca de 30 milhões de seguidores nas redes sociais, Luva de Pedreiro terminou a relação com o empresário Allan Jesus após ambos entrarem em rota de colisão por questões financeiras. Apesar de ter fechado acordos milionários, com empresas como a Amazon e a Pepsi, o influenciador teria na conta corrente somente R$ 7,5 mil. O agente negou irregularidades e afirmou que alguns pagamentos a seu cliente estão programados para o mês de julho e que o montante a ser recebido chegaria a R$ 2 milhões.

 

Allan Jesus anunciou recentemente que contratou uma perícia para auditar recibos e notas bancárias do que foi investido na parceria com o influenciador, com quem sua empresa possui contrato até 2026. Segundo ele, cerca de R$ 200 mil foram gastos com “despesas do projeto e despesas pessoais do próprio Iran”. A empresa de Allan, a ASJ Consultoria, afirma ainda que a rescisão com o influenciador não foi comunicada formalmente. “A única coisa que temos são indícios espalhados pela internet de um suposto novo agenciamento, o que poderia configurar quebra de exclusividade”, informou em nota.

 

Como Luva de Pedreiro ficou famoso e ganhou o mundo?

Natural de Quijingue, pequena cidade de 27 mil habitantes a 320 quilômetros de Salvador, na Bahia, Iran Ferreira ganhou destaque nas redes com vídeos publicados no Instagram e no Tik Tok. Em um campo de várzea, ele mostra a sua habilidade com chutes no ângulo, seguido do bordão “receba!”.

 

Autointitulado Luva de Pedreiro – adereço que começou a usar para imitar os jogadores se protegendo do frio no inverno europeu -, os vídeos do jovem rapidamente viralizaram pelo mundo da bola. Neymar, jogadores do Bayern de Munique, Nenê (Vasco) e até o filho de Cristiano Ronaldo já reverenciavam o talento do baiano, que é o influenciador de futebol mais seguido no Instagram (14 milhões).

 

De lá para cá, Iran Ferreira passou a crescer cada vez mais nas redes e a ser chamado para eventos: teve a oportunidade de assistir à seleção brasileira jogar no Maracanã, andou de avião pela primeira vez, viu a final da Liga dos Campeões entre Real Madrid e Liverpool e lançou uma linha de roupas casuais.

 

 

 

Nenhum comentário: