domingo, 10 de julho de 2022

MP pede cancelamento de shows de Xand Avião, Ávine Vinny e outros artistas promovidos pela prefeitura de Forquilha

 

Artistas foram anunciados como atrações do XVIII Festival de Quadrilhas de Forquilha. — Foto: Prefeitura de Forquilha/Divulgação

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) pediu o cancelamento de shows dos cantores Xand Avião, Ávine Vinny, Nattanzinho e da banda Forró Real em evento marcado em Forquilha, no interior do estado, nesta semana. O órgão aponta que as apresentações foram pagas com recursos destinados à educação e à assistência social, o que é negado pela gestão municipal. As informações é do g1.

 

A prefeitura de Forquilha informou que não há recursos da educação ou da assistência social destinado ao pagamento das apresentações, assim como nenhum valor foi pago até o momento. Veja a nota completa no fim da reportagem.

 

Os artistas deveriam se apresentar no XVIII Festival de Quadrilhas do município nesta quinta (14) e na sexta-feira (15). No entanto, o MP apurou que R$ 675 mil destinados ao pagamento dos cachês teriam sido pagos pela prefeitura de Forquilha com remanejamentos de R$ 568 mil do Fundo Nacional de Desenvolvimento do Ensino Básica (Fundeb) e R$ 120 mil do Fundo Municipal de Assistência Social.

 

Segundo o MPCE, a quantia chamou atenção em razão de Forquilha possuir "baixíssimo IDH e diversas outras carências sociais", além de não contar com serviços como saneamento básico.

 

Em razão disso, as autoridades ingressaram com Ação Civil Pública (ACP) por meio da Promotoria de Justiça de Forquilha.

 

Veja a nota da prefeitura de Forquilha

"O município de Forquilha vem se manifestar sobre as alegações do Ministério Público Estadual de irregularidades nas contratações para a Festa de São João a se realizar na próxima quinta-feira, dia 20 de julho.

 

De início, cabe esclarecer que não há utilização de recursos, seja da Secretaria de Educação ou da Secretaria de Assistência Social para custear o evento. Todas as despesas estão sendo realizadas dentro das exigências legais e não haverá qualquer comprometimento com as políticas públicas municipais. Cabe ainda informar, ao contrário do que foi noticiado, que nenhum valor foi pago até o momento e que há completa regularidade nas contratações realizadas.

 

O município de Forquilha reafirma seu compromisso com a higidez das contas municipais, com o respeito ao Poder Judiciário e Ministério Público, tendo colaborado de forma responsável e diligente com todos os requerimentos ministeriais até o momento realizados. Os procedimentos legais para as contratações necessárias à realização do evento foram também seguidos atentamente. Por fim, todos os esclarecimentos serão prestados ao poder judiciário dentro do prazo fixado na intimação recebida na última sexta-feira, dia 08 de julho".

 

Outras investigações

O MPCE informou, em junho, que investigaria o caso do show do sertanejo Gusttavo Lima em Iguatu, no Centro-Sul do estado. O cantor se apresentou no município do dia 15 de junho após ser contratado por R$ 604 mil.

 

O órgão ministerial informou ter aberto um procedimento para apurar irregularidades na realização do evento após polêmicas sobre cachês do artista em municípios de diversos estados.

 

Além de Gusttavo Lima, os festejos em Iguatu tiveram apresentações de Wallas Arrais, Manuka Araújo, Zezé di Camargo e Luciano, Felipe Amorim e Felipão, além do Festival de Quadrilhas Juninas, com prêmios em dinheiro aos participantes.

 

Nenhum comentário: